Card image cap

4ª Conferência Municipal de Saúde debate novas propostas para o SUS

04 de Novembro de 2022 | Noticias
Compartilhe:

A 4ª Conferência Municipal de Saúde de Aparecida do Rio Negro está sendo realizada nesta sexta-feira, 4, no ginásio da Escola Estadual Meira Matos, durante todo o dia, com a participação da comunidade, representantes da Gestão, Secretaria Municipal de Saúde e Conselho Municipal de Saúde.  O tema central desta edição é “Garantir Direitos e Defender o SUS, a Vida e a Democracia – Amanhã Vai ser Outro Dia”.

A Conferência é um momento democrático em que podem ser apontados os principais problemas relacionados à saúde e as possíveis soluções e melhorias. As propostas serão levadas para discussão nas conferências de nível estadual e nacional. O ambiente promove discussões acerca de quatro eixos, propondo prioridades para o Município, Estado e União.

 

Abertura

Os participantes foram recepcionados com um café da manhã e o credenciamento com a entrega do material de apoio e um presente. Durante a abertura a mesa de honra foi composta pelo prefeito Suzano Marques e primeira-dama Luísa Marques, secretária municipal de Saúde, Sebastiana Luzia, presidente da Câmara Municipal, Yara Rocha, presidente do Conselho Municipal de Saúde, Dorivan Braga, representante dos usuários do SUS, Moizaniel de Souza e palestrante convidada, Marleide Aurélio

A cerimônia de abertura contou com o momento oracional realizado pelo pároco da cidade, padre José Barbosa, e pelo pastor Adalton Silva, além da participação o vice pastor Misael Brasil. Houve ainda a apresentação cultural do Coral Ágape, da Igreja Madureira. O Hino Nacional foi executado pela Banda da Polícia Militar, que também realizou outras apresentações musicais. O Hino do Município foi cantado pela autora, Maria Madalena Carvalho, acompanhada pela cantora Heloísa Souza.

 

 

O prefeito Suzano Marques disse aos presentes que é preciso a formulação de políticas públicas para que haja acertos na gestão. “Elaboramos o Plano Plurianual com políticas do município para todas as áreas, mas essa é uma conferência específica da saúde. Sabemos o tamanho da importância do SUS, o sistema de saúde mais aperfeiçoado dentre tantos países, que foi testado durante a pandemia e funcionou. Precisamos fazer a nossa parte, na próxima semana vamos a Brasília em busca de recursos para o nosso município, convidamos também a secretária de saúde e outros representantes municipais, para mostrar força na busca por recursos”, pontuou.

Suzano enfatizou ainda que esteve em audiência com o governador Wanderlei Barbosa nesta quinta-feira, 3, em que foi reafirmada a parceria do Governo do Estado com a disponibilização de um médico sem custo para o município.

“Quero como prioridade para o nosso município, entre as propostas, a manutenção do médico 24 horas, a minha bandeira de campanha foi essa e Deus tem nos honrado, conseguimos R$ 906 mil em transferência de custeio dos nossos parlamentares no ano passado, esse ano um pouco menos, R$ 700 mil, e vamos continuar buscando esses recursos para construir uma saúde à altura do nosso povo. Depende da nossa união de todas as áreas, cada um fazendo a sua parte, com a participação do povo”, completou.

 

Para a secretária municipal de Saúde, Sebastiana Luzia, o município passa, por meio da conferência, por um processo de escolha. “Temos um olhar para os usurários do SUS, e nesta dimensão avançada, no que diz respeito à atenção básica e alta complexidade na atual situação orçamentária, insuficiente para as demandas do município. O papel do controle social é um dos meios importantes entre os princípios do SUS, onde constitucionalmente hoje, nessa conferência, a população participará do processo de formulação e controle das políticas públicas”, ressaltou.

 

A importância do encontro e a participação da sociedade também foi destacada pela presidente da Câmara, Yara Rocha, e presidente do Conselho Municipal de Saúde, Dorivan Braga, que abriu oficialmente o evento com a leitura do Regimento Interno.

O panorama atual da Saúde Municipal foi demonstrado pela secretária executiva Keyla Santos. O evento conta também com a palestra da sanitarista e conferencista aposentada, Marleide Aurélio, que fala ao público sobre os temas inseridos nos eixos propostos para a reflexão acerca do SUS.

 

Eixos

Ao longo do dia os participantes irão se dividir em grupos para debater os eixos: o Brasil que temos, o Brasil que queremos; o Papel do controle social e dos movimentos sociais para salvar vidas; garantir direitos e defender o SUS, a vida e a democracia; amanhã será outro dia para todos, todas e todes.

 

O encontro conta ainda com a plenária para apresentação das prioridades, eleição dos delegados e avaliação do relatório final.